Dá para viver de Udemy?

É possível viver apenas da renda dos cursos publicados na Udemy? Essa é uma pergunta constante na Vida de Instrutor Udemy, principalmente para os instrutores que estão começando. E então, será que dá para viver de Udemy? Vejamos:

Olá! Eu sou a Leila, Professora, Empreendedora e Instrutora Udemy!

Todas as terças-feiras eu escrevo aqui para falar com você sobre a Vida de Instrutor Udemy e esta semana nosso tema é a monetização! Podemos viver exclusivamente com a renda gerada pelos nossos cursos na Udemy?

  • Para conhecer um pouco melhor o meu trabalho, visite meu perfil de Instrutora Udemy. AQUI você também vai encontrar todos os meus contatos!

Esta semana, um dos colegas publicou a seguinte pergunta no nosso grupo de instrutores Udemy:

É possível viver apenas da renda dos cursos publicados na Udemy? Algum instrutor já conseguiu isso aqui?

As respostas foram (como sempre) prestativas mas a resposta do Glaucio Daniel foi provavelmente a mais completa:

Glaucio Daniel atua como Instrutor de TI, Administrador de Banco de Dados SQL Server e MySQL, Web Developer focado em HTML5, JavaScript(ES6), PHP.

E conta com larga experiência na sua área de atuação:

cursos de programação com Glaucio Daniel

Veja que ele tem somente 3 cursos publicados mas, mais de 8 mil alunos.

É claro, a área de programação e desenvolvimento web tem uma grande demanda o que é um ponto decisivo para o sucesso de um curso online – claro, se ninguém se interessa pelo assunto que você está ensinando então também suas chances de encontrar novos alunos são poucas. Estudar o mercado e o seu público-alvo são os primeiros passos para a criação de um curso online de sucesso.

Mas, simplesmente oferecer o que o mercado procura não é garantia nenhuma de sucesso (basta ver a inúmeras imitações da Coca-Cola).

Como o Gláucio falou muito bem no seu depoimento é preciso “muita dedicação e cursos de qualidade, e principalmente suporte ao aluno”.

Bom, falar é fácil, neh? Então, vou tentar traduzir para você esta declaração, ok? (Me corrija se eu estiver errada, Gláucio! Mas, digamos que eu tenha mais vocabulário para falar de EaD e conheço relativamente bem o teu trabalho para poder fazer tais afirmações 😊)

Para viver de Udemy é preciso muita dedicação:

Muita, muita dedicação! Um curso online exige:

  • Pesquisa: de mercado, de fontes confiáveis, de material;
  • Planejamento: de temas, de objetivos, de orçamento, de datas;
  • Desenvolvimento: estrutura do curso, prepação do material, das videoaulas, de atividades práticas;
  • Divulgação: você quer que as pessoas saibam que seu curso existe, não?
  • Acompanhamento: seu curso não acaba ao ser publicado… não! É aí que o trabalho realmente começa!
  • Análise constante dos resultados: o que pode ser melhorado? Essa será a “pergunta da sua vida” se você quiser mesmo viver da renda dos seus cursos na Udemy (ou em qualquer outro tipo de empreendimento).
  • Um instrutor experiente (ou com muita vontade de se tornar um): ter uma experiência sólida na sua área de atuação é sim necessário para criar um curso online de sucesso.

É claro que só temos experiência naquilo que exercitamos e que para adquirir experiência, temos que começar um dia, não é mesmo?

Claro, claro… você tem toda razão! E aqui, existem duas possibilidades:

  • Você conhece a fundo um determinado tema, mas nunca ensinou e mesmo assim, quer criar seu próprio curso online: então, aprenda a ensinar online!
  • Você já tem experiência no ensino e quer transformar seus cursos presenciais em cursos online: então, aprenda a criar cursos online!

Depois, quando você já tiver experiência no ensino a distância, daí sim, aventure-se nas áreas nas quais você assim não tem muita experiência. Um bom exemplo é o curso WordPress: crie seu site profissional rápido e barato do Kleber Donady. Ele não é especialista na criação de websites mas tem larga experiência no ensino e na criação de cursos online. Sabendo bem como estruturar um curso e como ensinar o que os alunos precisam aprender ele transformou o aprendizado adquirido na construção do seu próprio site em um curso online. E o curso é um sucesso!

E aqui uma dica importante:

Não acredite no “dom” de ensinar! Ou melhor, não acredite em “dons” pois eles nos são dados ou não. Eu pessoalmente não acredito em “dons” sabe? E fico até um pouco ofendida (embora sabendo que isso geralmente é um elogio) quando me dizem que eu tenho o dom de ensinar… Eu leciono desde 1995, tenho graduação, pós-graduação e ainda não parei de estudar sobre o assunto… se eu realmente tivesse um dom, provavelmente não precisaria fazer nada disso, não é mesmo? Por isso, pare de acreditar em “dons”! Se você tem algum, use! Se não tem, desenvolva-o!

 

Para viver de Udemy é preciso criar cursos de qualidade:

Se você seguir as exigências para a criação de um curso online de sucesso citadas acima e caprichar na produção das suas videoaulas, do material complementar e das atividades práticas, então, seu curso será um curso de qualidade!

A Udemy é muito exigente quando o assunto é a qualidade do material audiovisual e isso é facilmente compreensível pois interfere diretamente na atenção do aluno e, quando de má qualidade, prejudica o processo de aprendizagem.

Para viver de Udemy é preciso dar suporte ao aluno:

Como já falei anteriormente, seu curso não termina quando ele é publicado… a publicação do seu curso na Udemy é o começo do trabalho! Sim, pois com as primeiras matrículas, você estará consquistando seus primeiros alunos e alunos são pessoas. Sim! Pessoas reais como eu e você: com uma carga emocional e intelectual, com conhecimentos prévios ou não, com expectativas, objetivos, metas e, dificuldades!

E você, instrutor de cursos online, também é uma pessoa e não uma máquina de repetir conteúdo, certo?

Você vai precisar sim, responder as questões dos seus alunos, se relacionar com ele e acompanhá-lo no processo de aprendizagem.

Se é verdade que muitos alunos somente asssistem as videoaulas e nunca vão trocar uma palavra se quer com você, outros vão pedir sua ajuda, vão escrever, vão acompanhar seu trabalho de perto… e esses alunos, merecem toda a sua atenção!

Além de responder as perguntas individuais dos seus alunos, você pode (e deve) continuar nutrindo a sede de conhecimento deles com outros conteúdos: artigos interessantes (seus ou de outros autores), vídeos, dicas e até criar uma comunidade de alunos (um grupo no Facebook por exemplo!).

  • Vou deixar para falar sobre a comunicação com seus alunos na semana que vem, ok? Assim conseguirei desenvolver melhor o tema pois agora eu quero voltar ao tema de hoje que justamente a possibilidade de viver de Udemy! (Post publicado! Clique AQUI para descobrir!)

Bom, então, voltemos ao nosso tema de hoje!

Dá para viver de Udemy?

Para lembrar as palavras de quem ultrapassou os 100 mil Reais de faturamento em 18 meses e com apenas 3 cursos publicados na Udemy:

é muito possível, basta muita dedicação e cursos de qualidade, e principalmente suporte ao aluno.

Mas, criar seus próprios cursos online não é a única maneira de gerar renda com a Udemy. Você também pode divulgar os cursos publicados na Udemy e receber uma comissão de 40% sobre cada venda!

Eu pessoalmente, faço isso no meu blog, na minha escola online e também nas redes sociais. Dependendo do nicho que você escolheu e do alcance das suas publicações, você pode sim garantir uma boa renda-extra ou até fazer da divulgação de cursos online sua principal fonte de renda.

Divulgar cursos online, produtos e serviços na internet não é novidade! Esses “representantes” de produtos digitais, os chamados “afiliados”, são personagens importantes no mercado digital. Eles indicam produtos, cursos, serviços através de links personalizados, garantem um renda efetiva sem precisar criar seus próprios cursos online, sem se precupar com o suporte, etc.

O Marketing de Afiliados (maneira de divulgar serviços e produtos com eficiência visando a geração de renda) é o mercado que mais cresce no mundo, e de acordo com a Lomadee, o Brasil movimentará cerca de US$ 7 Bilhões até 2020.

mercado de afiliados

>> se você se interessa pelo assunto e quer saber como garantir sua fatia neste mercado, eu aconselho que você conheça o curso Afiliado de Sucesso do André Bernardes. Clique AQUI para conhecer o programa do curso.

Minha maior renda na Udemy vem dos meus próprios cursos mas, como falei, também trabalho com o programa de afiliados Udemy, de uma forma pouco profissional (confesso) mas esses dois exemplos podem ser uteis para você:

1 – divulgação (simples) no Facebook

Ontém, dia 22.05 o André Bernardes, publicou seu curso sobre Marketing de Afiliados. Como ele foi meu aluno e vi o empenho dele na criação de um curso de alta qualidade para esse mercado, eu não poderia deixar de ajudar na divulgação, não é mesmo? (Eu sempre ajudo na divulgação dos trabalhos dos meus alunos, mesmo quando não sou afiliada dos produtos deles – é minha forma de retribuir a confiança que eles depositam no meu trabalho).  Pouco antes das 18h de ontem eu fiz este post na minha fanpage:

O que me gerou 3 vendas e 10,80 dólares em menos de 3 horas com um simples post na minha fanpage:

 

2 – criação de um post + compartilhamento nas redes sociais

No dia 18 de novembro de 2016 eu publiquei o post “Programe ou seja programado” no meu blog. Neste post eu falo sobre a necessidade de conhecer o mundo da programação para poder garantir um espaço na era digital e indico 4 cursos de programação publicados na Udemy. Veja os resultados gerados por este post, somente no dia da sua publicação:

E isso, sem nenhum investimento em Facebook Ads ou outro tipo de tráfego pago. Imagina se eu investisse realmente no Marketing de Afiliados? Com certeza esses resultados seriam muito mais interessantes, não é mesmo?

Bom, você ainda tem alguma dúvida de que dá para viver de Udemy?

Escreva suas dúvidas aqui nos comentários! Quem sabe sua dúvida vira o tema principal desta coluna? 😉

Tem você mesmo uma experiência como instrutor ou afiliado Udemy para dividir com a gente?

Então, é só contar!!

E claro:

  • se você quer saber como se tornar um afiliado Udemy, clique AQUI pois escrevi um artigo bem completo sobre o assunto no meu blog;
  • se você quer se tornar um afiliado de sucesso, clique AQUI para conhecer o curso do André Bernardes (não é porque ele foi meu aluno, mas o curso está ótimo!)

About the Author

Leila Adriano Ostoyke é Professora, Empreendedora Digital e Instrutora Udemy.

Leave a Reply 6 comments

Zélia Mendonça - May 23, 2017 Reply

Leila, minha sugestão é que você nos ajude preenchendo conosco a primeira página de “Afiliados”. Há uma série de informações que desconheço, porém sei que são banais para quem domina o mercado. Digo isso porque até eu mesma fiquei receosa em algumas questões quanto à retenção de impostos, se devo ter uma empresa em meu nome ou posso fazer como uma pessoa individual e outros detalhes que me fizeram desistir.
Pode nos ajudar?
Obrigada e um grande beijo

    Leila Adriano Ostoyke - May 23, 2017 Reply

    Oi Zélia! eu sei sim que pode ser complicado para quem ainda não conhece o sistema… Nesse post tem um vídeo também que mostra o passo a passo da inscrição: http://adriano-ostoyke.com/afiliados-udemy
    Contudo é importante lembrar de que precisas ter um site/blog para poder te inscrever no programa de afiliados da Udemy. Tens um site?

Paula - May 29, 2017 Reply

Oi Leila, tudo bem? Adorei seu blog e esse post sobre a Udemy. Estou tentando me tornar afiliada da Udemy, porém eles não me aceitaram (criei um novo site, tem uns 20 dias, logo ele ainda não tem muito tráfego). Queria saber se você pode me ajudar com dicas ou dizendo como fez para se tornar uma afiliada, pois estou muito interessada nesse negócio.

Muito obrigada,

    Leila Adriano Ostoyke - May 30, 2017 Reply

    Oi Paula! se teu site ainda é novinho sugiro que comeces criando conteúdo de qualidade direcionado para teu nicho e com a divulgação dos mesmos! Lembra que tráfego orgânico é um trabalho de formiguinha, então, as vezes é preciso “turbinar” anunciando no Facebook Ads e no Google… antes de ter leitores vai ser difícil conseguir ser aceito como afiliado na Udemy.

Mini Site Ninja - August 7, 2017 Reply

Udemi é sempre impactante. Leila é sensacional!
Parabéns por todo seu trabalho Leila.

Leave a Reply: